NA TROCA DE ÓLEO DO SEU CARRO VOCÊ TROCA TAMBÉM O FILTRO DE ÓLEO?

Uma manutenção simples, barata e essencial para evitar que partículas contaminantes circulem no sistema e provoquem o desgaste das peças do propulsor. E um detalhe importante: essa troca é realmente muito barata, mas caso não seja feita, pode gerar prejuízos grandes ao seu bolso.

O filtro do óleo tem a função de bloquear a circulação de impurezas, oriundas do ar admitido para o motor e de partículas que surgem no óleo com o desgaste natural das bronzinas, camisas, anéis e pistões. Se não filtrados, esses resíduos acabam indo para dentro dos cilindros e podem causar danos ao conjunto, como a formação de borras no cárter, vazamentos e até problemas permanentes em casos extremos.

Se você é daqueles(as) que pensam que o filtro de óleo pode ser trocado vez sim vez não, ou seja, a cada duas vezes que se troca o óleo do motor, aqui vai o alerta: o filtro mantém em seu interior um volume entre 0,5 e 1 litro de óleo usado. Quando não se substitui o filtro durante a troca do lubrifi­cante, esse volume de óleo usado se mistura e contamina o lubrificante novo. Além dis­so, o filtro velho já estará impregnado com im­purezas que foram filtradas durante a circulação do óleo antigo. Com isso, a sua eficiência será inferior à de um filtro novo e o próprio óleo novo terá vida útil reduzida.

Outro cuidado, principalmente em utilitários, é observar se o manual do veículo não indica prazos diferentes para uso normal ou severo – em estrada de terra e lama, por exemplo.

Seguem algumas dicas para a substituição do filtro, caso você decida fazer ou caso queira acompanhar outra pessoa fazendo:

1) Limpeza é a chave do sucesso: ao remover o filtro usado, limpe também as áreas onde o novo componente será fixado. Borra, limalha e outros materiais podem contaminar a nova peça.

2) Os filtros têm um (ou mais) anel de vedação, o “O-ring”, que não pode ser amassado, apertado, esticado. Lubrifique levemente a face do filtro antes de instalar.

3) Ferramenta correta: existem ferramentas corretas para “abraçar” o filtro, soltá-lo ou apertá-lo. Adaptar algum alicate ou alça metálica para o trabalho pode prejudicar a nova peça.

4) Dependendo do filtro, será preciso até quatro O-rings. Ao desmontar o filtro usado, compare os anéis de vedação antigos com os novos. Faça isso ao tirar no novo componente da caixa.

5) Na troca do óleo lubrificante, aproveite para lubrificar a face do filtro antes de instalá-lo. Pode usar um pincel ou o próprio dedo para essa parte do trabalho.

6) Informe-se sobre a instalação: não tente adivinhar o torque correto ao apertar o filtro de óleo.

Por fim e não menos importante: procure sempre um estabelecimento de confiança para fazer a troca do óleo e do filtro do seu carro e siga a Valvoline Brasil nas redes sociais.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Confira Outros Artigos

Confira

Você sabe como funcionam os sensores de temperatura do seu carro?

Manter a boa temperatura do motor e outros componentes mecânicos é primordial para evitar gastos…