QUANDO DEVO FAZER O ALINHAMENTO E BALANCEAMENTO DO MEU CARRO?

Neste artigo vamos dar algumas dicas de como descobrir se o seu carro está precisando fazer o alinhamento e o balanceamento.

Leia até o final e veja como é simples.


Realizar o alinhamento e o balanceamento do seu veículo é fundamental para aumentar a vida útil dos pneus e dos componentes da suspensão. Você também tem dúvidas em relação a estes serviços? 

Para entremos melhor sobre o assunto vamos falar primeiro quais são as diferenças entre alinhamento e balanceamento.

Entenda:

• Alinhamento: serve para ajustar o ângulo das rodas, para que fiquem alinhadas ao solo e paralelas entre si.

• Balanceamento: consiste em ajustar e equilibrar os níveis dos pneus, para que recebam atrito de forma igual, evitando que um tenha mais prejuízo que o outro.

Agora que nós já esclarecemos a diferença entre os dois serviços, vamos a mais informações:

Quando devo fazer o alinhamento?

O serviço deverá ocorrer sempre que fizer uma revisão periódica ou a cada 10 mil quilômetros, ou, por exemplo, se você pegar algum buraco de forma mais brusca, impactos do pneu contra a calçada ou até mesmo uma batida são motivos para o carro perder o alinhamento. 

Outro fator que pode afetar o alinhamento é a troca de algumas peças da suspensão do veículo, como amortecedores, pivô e buchas, para realizar o serviço se faz necessário o desmonte da suspensão e com isso poderá gerar o desalinhamento.

Se você notar o carro puxando um pouco para algum lado, cantando pneus em velocidades abaixa de 60KM/h é essencial ir para oficina para evitar prejuízos maiores.

Como é feito o alinhamento?

Este procedimento é executado medindo e ajustando os ângulos que as rodas do veículo fazem em relação ao piso e às linhas de centro do veículo, equilibrando todas as forças que atuam no carro, tais como: gravidade, força centrífuga, força de viragem, etc, proporcionando maior eficiência de rodagem, desgaste uniforme dos pneus e melhor estabilidade.

Agora que já entendemos como o alinhamento é importante, vamos ao balanceamento?

Quando devo fazer o balanceamento?

O balanceamento geralmente vem acompanhado do alinhamento  para uma melhor dirigibilidade de seu veículo. Veja quais os sinais indicam que está na hora de balancear o conjunto de rodas e pneus: como vibrações no volante, trepidações no carro em velocidades acima de 60 km/h, deterioração do pneu e distúrbios de direção. 

Como é realizado o balanceamento?

Existem duas maneiras de balancear o conjunto de rodas e pneus: o estático e o dinâmico. O balanceamento “estático” pode ser feito com o conjunto imóvel. Já o “dinâmico” requer que o mesmo esteja em rotação e ajuda a corrigir problemas que o estático não consegue. Estes sistemas medem as forças geradas pelo conjunto em rotação. Quando o equilíbrio dinâmico é conseguido, o estático é automático e não tem necessidade de realizá-lo separadamente.

Ao realizar esses procedimentos no seu veículo por um profissional qualificado, você irá perceber mudanças importantes ao dirigir, sentirá mais conforto ao rodar e também, como consequência, promoverá a redução no consumo de combustível, menor desgaste dos pneus e o aumento da sua segurança e dos passageiros.

Quer mais dicas como essas? Continue nos acompanhando aqui no blog e também nas nossas redes sociais!

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Confira Outros Artigos

Confira

Você sabe como funcionam os sensores de temperatura do seu carro?

Manter a boa temperatura do motor e outros componentes mecânicos é primordial para evitar gastos…